Reduza o consumo de fast food

Reduza o consumo de fast food

Sabendo escolher, até mesmo o fast food pode fazer parte da alimentação.

Com a correria do dia a dia, muitas vezes nos deparamos com a necessidade de realizar uma refeição rápida e prática. E o fast food parece ser a solução ideal.

 

Mas, você já parou para pensar na qualidade nutricional das preparações oferecidas por essas redes?

 

Normalmente, as opções são ricas em calorias, gorduras, açúcares e sal, além de serem pobres em fibras, vitaminas e minerais essenciais ao bom funcionamento do organismo.

 

Você sabia que a combinação hambúrguer, batata frita grande, refrigerante e sobremesa pode facilmente atingir a necessidade diária de calorias, gordura e sódio de um adulto? Isso mesmo! Uma única refeição pode detonar seu dia.

 

Sabemos que o excesso de calorias e gorduras na alimentação diária está relacionado ao excesso de peso. A obesidade, assim como o consumo excessivo de gordura e sódio predispõe ao surgimento de doenças cardiovasculares e hipertensão. Por isso, esses alimentos devem ser consumidos esporadicamente.

 

Evidentemente que o fast food não precisa ser banido da alimentação. Algumas atitudes já ajudam diminuir significativamente as calorias da refeição. Confira:

 

  1. Na maioria das lanchonetes, já existe a possibilidade de substituir o sanduiche por uma salada com um grelhado. Não quer abrir mão do lanche? Escolha a menor opção e evite os complementos como queijos, molhos, bacon. Dispense a batata frita como acompanhamento;
  2.  Na pizzaria opte pela pizza com massa fina e recuse a borda recheada com catupiry ou cheddar. Prefira recheios com vegetais, como rúcula, escarola, berinjela. Queijos amarelos, bacon, calabresa e outros alimentos gordurosos devem ser evitados;
  3. .Croissant, empadas, massa folhada apresentam grande quantidade de calorias. Salgados assados como esfiha, são as melhores escolhas;
  4. Dependendo do recheio, os lanches naturais podem virar armadilha! Por isso, dispense complementos como maionese, queijos amarelos. Prefira recheios mais leves como peito de peru, queijo branco, frango desfiado, atum e abuse dos vegetais, alface, rúcula, agrião, tomate são excelentes pedidas.  Veja a possibilidade de substituir o pão branco pela versão integral, que é fonte de fibras, contribuindo para a saciedade;
  5.  A escolha foi o cachorro quente? O pão com salsicha e molho de tomate é a melhor opção. Acrescentar purê de batata, maionese, mostarda, catchup, milho, ervilha, queijo ralado, batata palha deixará seu hot dog bastante calórico;
  6.  Para a sobremesa, evite os sorvetes, tortas ou bolos. A salada de fruta ou o frozen yogurt acompanhado de frutas são as melhores escolhas;
  7.  Sabe aquele ditado ?O barato sai caro?? Pois é! Muitas pessoas pensam em economizar e escolhem a porção grande, imaginando que estão lucrando já que a diferença no preço da porção grande para a pequena é tão irrisória. Engano seu! Ao escolher a opção pequena você economizará nas calorias. Por isso, invista sempre na unidade pequena!

 

É fundamental conhecer os alimentos disponíveis nessas redes, assim você consegue se programar e com disciplina, escolher as melhores opções.

 

Gabriela Mendes Taveiros

Nutricionista Dieta e Saúde
CRN3 32089

Comentários

Deixe um comentário