Mulheres magras buscam corpo ideal na academia

Mulheres magras buscam corpo ideal na academia

Treino mais indicado deve dar ênfase à musculação e ginástica localizada.

 

Ser magra não é sinônimo de corpo saudável, nem de tônus muscular. “As chamadas falsas magras têm a concentração de massa muscular (massa magra) menor do que a de gordura. Os exercícios vão proporcionar tônus muscular, enrijecimento e definição dos músculos ao aumentar o metabolismo. Vai diminuir a flacidez e eliminar gordura”, comenta Lívia Vasconcellos, personal trainer da Companhia Athletica.
A maioria das mulheres magras que busca a academia quer definir a musculatura ou eliminar a celulite, depósitos irregulares de gordura, que formam saliências e depressões nas regiões dos glúteos, coxas, abdome e braços. E como a predisposição genética tem influência direta na presença de celulite, tanto as magrinhas quanto as acima do peso sofrem com o problema. “O trabalho tem como foco mudar a composição corporal”, explica.
O treino mais indicado para essas pessoas deve dar ênfase à musculação e ginástica localizada, que permitem a definição da musculatura. Séries mais curtas e com sobrecarga maior.
Foi o treinamento adotado pela estudante Emília Barros, que há quatro anos malha cerca de uma hora e meia, cinco dias na semana. Seus treinos incluem três séries de 12 repetições com a carga limite para seu condicionamento. Ela que sempre buscou tonificar a musculatura afirma que atividade física é uma questão de saúde e mesmo as magrinhas precisam seguir um arotina de exercícios. “Com o tempo a lei da gravidade chega e não adiante ser magra e flácida”, diz.

Alimentação adequada
A nutricionista Perla Fernanda Nardelli explica que a celulite é uma inflamação do tecido muscular, um tecido mal oxigenado e subnutrido. Alimentação inadequada, desequilíbrio hormonal, estresse, sedentarismo e perturbações metabólicos são as principais causas do seu aparecimento. Além da contribuição genética.
Adotar uma alimentação saudável e rica em fibras é fundamental na redução da celulite ou mesmo na prevenção. O treino físico não surtirá o feito desejado se a pessoa continuar consumindo alimentos como enlatados, processados e as conservas que têm alto teor de sal e favorecem a retenção de líquidos. “As gorduras e as carnes gordas aumentam os nódulos de celulite, por conta da concentração de gordura”, explica Fernanda.
Os açúcares simples, como os pães, farinhas, bolachas refinados e doces são grandes vilões, já que aumentam o pico de insulina e estimulam o armazenamento de açúcar no organismo. “Até mesmo o suco de laranja, muito calórico e rico em frutose, colaboram no aparecimento da celulite”, ressalta.
O ideal é adotar uma alimentação rica em carboidratos complexos, ou seja, alimentos integrais, que concentram fibras e provocam a sensação de saciedade. Mas a nutricionista alerta que esses efeitos só são conseguidos se houver grande ingestão de líquidos. “As fibras limpam as toxinas do organismo e controlam os picos de.”
As frutas e verduras devem fazer parte da dieta na luta contra a celulite, assim como os alimentos ricos em potássio que diminuem a retenção de líquidos. Inclua linhaça, água de coco, melancia, melão e banana nas suas refeições. Fernanda acrescenta o suco de abacaxi natural, que ajuda a eliminar a gordura do organismo.
Prefira leites e iogurtes desnatados e as carnes magras, como frango e peixe. “A prática de atividade física, alimentação equilibrada e ingestão de pelo menos dois litros de água por dia formam o casamento perfeito. Somente essa combinação promove o resultado eficaz no combate à celulite”.
Por Valeska Mateus

Comentários

Deixe um comentário