Entenda a importância da mastigação para sua saúde

ma

Você conhece as quatro regras sagradas da mastigação? A nutricionista Roberta Bento, de Pernambuco, explica que o processo digestivo começa na boca. Daí mastigar corretamente ser essencial para manutenção do corpo:

· Ponha pequenas quantidades de alimento por garfada.
· “Coma o mais lentamente possível. Assim, satisfaz o seu organismo na medida, sem exagerar na dose, sobrecarregando a digestão”, afirma o especialista.
· Mantenha a boca fechada enquanto mastiga (isso evita que engula ar e tenha gases).
· Alterne os lados da mastigação.

“Um dos jeitos mais errados de se mastigar é aquele em que se usa só um lado da boca. Isso sobrecarrega metade da articulação”, explica Luís Pinto, especialista em ortopedia funcional dos maxilares, de São Paulo.

Segundo ele, outra péssima mania é mastigar só abrindo e fechando a boca, sem movimentos horizontais. “Isso provoca cerca de 90% das dores de cabeça e também desalinha os dentes”.

“Bebês que não mamam no peito e só comem alimentos pastosos têm chances de não aprender a respirar pelo nariz”, diz o especialista. Por isso, quando adultos, para respirar e comer ao mesmo tempo, mastigam apenas de um lado. “Ao engolir mais ar, o estômago produz mais ácido clorídrico e surgem gastrites e úlceras”, analisa. Outras consequências do hábito são dores nas costas, nos ombros e o entortamento da coluna.

Esse nome esquisito se refere à estrutura que envolve lábios, dentes, língua, articulações, veias, nervos e músculos da boca, nariz, amígdalas e até coluna vertebral. Com tantos pontos interligados, qualquer desregulagem nesse mecanismo pode provocar problemas de saúde. Se você tem dúvidas se está matisgando certo ou não, faça o autoexame ao lado ou procure o seu dentista.

Para avaliar se existe algum problema em seu sistema estomatognático, fique na frente de um espelho e observe atentamente:

· Se um ombro é mais alto do que o outro.
· Se, ao sorrir, o meio dos dentes de cima não está alinhado com o meio da arcada de baixo. Caso haja as duas alterações, procure um especialista.

Fonte:  M de mulher

Comentários

Deixe um comentário